Tipos de simastia

 simastia causas

 

A simastia, também conhecida como sinmastia, é uma condição anatômica onde acontece o encontro entre uma mama e outra, que faz com que a pele se eleve e dê a impressão de que os seios estão grudados.

 

Há dois tipos de simastia:

 

  • Congênita – a pessoa já nasce com a condição. Esse caso está mais associado a gigantomastia, mamas gigantes, mamas grandes ou hipertrofia de mama. Ou seja, quando as mamas são muito grandes e não há espaço suficiente no tórax, os seios se colam no centro.
  • Adquirida – geralmente acontece após o implante da prótese de silicone. Pode acontecer devido à prótese muito grande, procedimento feito de maneira inadequada ou seroma pós-cirurgia. No caso de simastia adquirida, a prótese influencia o encontro das mamas no centro, fazendo com que a pele que separa um seio do outro suba.

 

Apenas o cirurgião que fará a correção da simastia pode diagnosticar qual foi a causa.

 

É possível evitar a simastia escolhendo um profissional de confiança que seja capacitado a analisar as possibilidades de ocorrer simastia, antes de colocar a prótese de silicone. Para assim, escolher uma prótese menor ou realizar a correção antes da inserção da prótese.

 

Felizmente, é possível corrigir a simastia. Mas a correção inclui um procedimento cirúrgico de alta complexidade, por isso, pouquíssimos cirurgiões realizam.

 

A simastia é um problema que incomoda muitas mulheres e se torna cada vez mais comum na medida em que a inserção de prótese de silicone se populariza. Se você tem interesse em realizar a correção de simastia, agende uma avaliação pelo número (11) 3845-3845.

 

Veja mais conteúdos sobre simastia e demais cirurgias plásticas no Instagram @drjonathasaquino e no Facebook Dr. Jonathas Aquino

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *